Materiais Comumente Impressos em Serigrafia

Materiais Comumente Impressos em SerigrafiaÉ importante que o serígrafo saiba distinguir e identificar os diversos materiais que servem de matéria prima para os objetos a serem impressos. A identificação e classificação correta desses substratos é primordial para o planejamento da impressão e em particular para a escolha da tinta apropriada. É claro que não podemos apresentar aqui um tratado exaustivo destes materiais mas podemos reunir informações que sem dúvida, serão muito úteis aos serígrafos.

Madeira e derivados

A madeira é matéria orgânica, extraída do tronco das árvores. Em seu estado natural, seca e sem camadas de vernizes, pode ser impressa com diversas tintas. Entretanto, a tinta mais usada para impressão em madeira ainda é a tinta sintética. Para proteger, impermeabilizar, para melhorar a aparência e para produzir brilho, às vezes a madeira é tratada com vernizes, o que evidentemente modifica as suas características. Neste caso o serígrafo deve fazer testes com tintas diferentes antes de iniciar a impressão definitiva. A madeira é apresentada também em chapas prensadas (Eucatex, Duratex) que no seu processo de fabricação recebem vários produtos químicos exigindo assim que o serígrafo faça testes para determinar a tinta apropriada.

Papel

O papel, os cartões e as cartolinas são derivados de madeira porque são feitos com pasta de clelulose. A celulose é obtida da madeira picada misturada com alguns produtos químicos e às vezes cozida em alta temperatura. A variedade de papéis, cartões e cartolinas existente no mercado é muito grande e cada um deles recebe um tratamento diferente com o fim de modificar a sua aparência, cor, resistência, brilho, etc. Os papéis e as cartolinas em geral podem ser impressos com tinta guache, tintas acrílicas ou tintas sintéticas.

Vidro

O vidro apresenta uma superfície muito lisa e isenta de poros. Usa-se para impressão em chapas de vidro a tinta Epóxi bi-componente, assim chamada porque é apresentada em dois componentes separados que devem ser misturados pouco tempo antes de se começar a impressão. É aconselhável consultar os boletins técnicos fornecidos pelos fabricantes da tinta.

Tecidos

Os tecidos são obtidos a partir de fios trançados. Os fios podem ser de algodão, lã, linho ou seda. Antigamente os tecidos eram feitos somente com esses fios de origem animal ou vegetal. Hoje em dia entretanto, grande parte dos tecidos são feitos com uma pequena porcentagem de fios sintéticos (nylon, poliéster, etc.). Os tecidos de puro algodão ou com uma pequena porcentagem de fios sintéticos são usados na confecção de peças do vestuário e de cama e mesa. Para estes a tinta ideal é a Tinta Acrílica para Tecidos (à base de água).

Os tecidos feitos com 100% de fios sintéticos são usados para roupas impermeáveis, malas e sacolas de viagem além de outras peças. A impressão nestes tecidos só pode ser feita com tintas à base de solventes e dependendo do grau de plastificação existente no tecido, nem sempre se consegue uma tinta com aderência total e duradoura. Para se encontrar a tinta mais adequada, será necessário fazer testes guiando-se pelos boletins técnicos dos fabricantes.

Existe ainda o chamado “tecido não tecido”, feito a partir de polipropileno e outros plásticos, produzido por um novo sistema sem fios e que serve para confecção de vários produtos promocionais ou não, inclusive jaquetas, roupas médicas, etc. Hoje em dia a variedade de tipos e padrões destes tecidos é enorme, como também a sua utilização. Embora seja 100% plástico, já existem até alguns tipos absorventes. Alguns substituem o papel e as cartolinas com a vantagem de serem muito resistentes ao manuseio e à umidade. As tintas devem ser compatíveis com o plástico que dá origem ao produto. No caso do tecido não tecido é indispensável consultar a literatura fornecida pelo fabricante.

Metal

Dos metais, o alumínio é o mais impresso em serigrafia. Usa-se tinta Epóxi.

Couro

O couro natural também recebe muitos produtos químicos no seu tratamento, por isso o melhor é fazer testes para identificar a tinta a ser usada. O mais comum é o serígrafo se deparar com a necessidade de imprimir em couro sintético pois este é muito mais usado. O couro sintético, que hoje também existe numa enorme variedade de cores e padrões, é produzido a partir de um tipo de plástico chamado PVC e mais conhecido como “vinil”. A tinta para este material é a Tinta Vinílica.

Polietileno

É um plástico flexível, utilizado na fabricação de inúmeros produtos através dos sistemas de extrusão ou injeção. É muito utilizado na fabricação de frascos, potes e garrafas plásticas. Em seu estado natural não aceita tinta mas pode ser impresso se antes passar por um processo chamado “flambagem”. Como o polietileno também se faz filmes laminados usados na fabricação de sacos e sacolas. As sacolas de polietileno, muito usadas habitualmente, para que possam ser impressas, recebe, um tratamento intitulado “Processo Corona”. Mesmo assim as sacolas de polietileno só podem ser impressas com tintas produzidas especialmente para esta finalidade.

Poliestireno

É um plástico rígido, quebradiço, com qual são feitas inúmeras peças de qualquer formato, através do sistema de injeção. Grande parte dos chaveiros e corpos de canetas são feitos com este material. Com o poliestireno são feitos também filmes ou laminados e chapas de várias espessuras. Pode-se imprimir o poliestireno com tinta vinílica mas se a impressão requer grande durabilidade, é aconselhável o uso da tinta Epóxi.

PVC (vinil)

O vinil é apresentado nas formas rígida e flexível, em filmes laminados e chapas de diversas espessuras e cores. É o material mais usado na impressão de auto-colantes ou auto-adesivos para automóveis, na decoração de veículos, na confecção de capas ou revestimentos para classificadores, pastas e agendas, na confecção de bolsas, carteiras e algumas peças do vestuário, como jaquetas e botas de couro (couro sintético). É utilizado ainda numa enorme variedade de produtos normalmente oferecidos como brindes, como por exemplo risque-rabisque, porta-documentos, porta-títulos, etc. Com o vinil também são feitas toalhas de mesa, jogos americanos, produtos decorativos para o lar, calendários, faixas promocionais, e revestimentos de painéis de automóveis e peças eletro-eletrônicas. A tinta utilizada na impressão deste material é a tinta Vinílica.

Auto-adesivos

Os auto-adesivos nada mais são do que papéis ou laminados plásticos que receberam uma camada de adesivo e um papel siliconado (repelente ao adesivo) para proteger o adesivo contra a poeira e outros agentes nocivos. Existem adesivos de papéis diversos e de todos os laminados plásticos mencionados acima. A tinta apropriada será sempre a tinta indicada para o material utilizado na fabricação do auto-adesivo.

header curso de serigrafia CLIQUE AQUI

Deixe seu Comentário

95% da passoas que leram esse artigo, também leu os artigos abaixo

paperbackstack_550x498Fique atualizado... Conheça o Livro a Tecnologia Serigráfica

Informação de qualidade sobre a arte da Serigrafia.

BAIXE AGORA... É GRÁTIS!

Simplesmente preencha o formulário com seu melhor e-mail

Carlos Damasceno

Carlos Damasceno é um apaixonado por desenho e por arte em geral, desde desenhos em papel, a desenhos em qualquer superfície, como camisetas, chaveiros, utensílios de plástico, metal ou qualquer outra superfície. Foi exatamente por causa por isso que também passou a se interessar por serigrafia.

Website: http://www.cursodeserigrafia.org

Comentários no Facebook